Notícias

Aumento do Minério de Ferro

De antemão o aumento do minério de ferro no mês de Julho chega a quase 7%, totalizando 15% em 2020, porém esse aumento se da no lado transatlântico e não reflete diretamente em nosso mercado.

Matéria publicada no Valor Econômico, 13/07/2020, divulga que o aumento do minério de ferro chegou ao valor de US$106,50 por tonelada. Segundo pesquisa local chinesa, as siderúrgicas chegaram a vender 6,5% mais aço em comparação Maio ante Abril assim também saltou sua rentabilidade.

Apesar das cotações futuras do minério terem tido uma leve queda, como mencionado anteriormente a forte demanda no mercado chinês forçou um aumento do commodity. Portanto os bacos de investimentos avaliam uma queda nas cotações no curto prazo ao passo que será uma queda mais lenta.

Dessa forma as agências internacionais projetam preços mais baixos para o segundo semestre, porém nada abaixo dos US$100,00 por tonelada.

Read more

Obras residenciais não param

Antes de mais nada, segundo dados da Abrainc, as obras residenciais não param e puxam a demanda por aços longos no país, com 95% das obras na construção civil, principalmente as obras residenciais que se mantiveram ativas nos últimos três meses.

De acordo com o Valor Econômico, o CEO da ArcelorMittal LATAM, Jefferson de Paula, o segmento residencial responde por um terço do consumo de aços longos no país. O qual resulta no aumento das vendas para construtoras devem crescer 5%, ao contrário da queda que era esperada. Portanto o aumento nas vendas para o setor, a ArcelorMittal, que paralisou seus fornos elétricos no Brasil , retomaram as operações nas aciarias. Atualmente estão com 80% da capacidade operando.

Obras residenciais não param portanto Gerdau acredita em uma queda menor no consumo aparente de aços longos os quais tem sua maior utilidade na área de construção civil. De acordo com o diretor-executivo, Marcos Faraco, o setor de construção é muito resiliente.

Em contra partida, as exportações aumentaram em 15%, devido a variação cambial.

Enfim, algumas vezes foram citados aços longos e aços planos em notícias e isso pode deixar os mais leigos confusos, aço não é apenas aço?
Sim e não, o aço possui uma vasta gama de derivações. Aço plano e longo são duas delas. Aqui apresento uma breve explicação retirada do site da CSN.

Aço Laminado Plano: produto final da siderurgia de aços planos. Pode ser de vários tipos, como laminados a quente, laminados a frio, laminados galvanizados, folhas metálicas, entre outros. Tem como característica a largura extremamente superior a espessura.”

Aço Longo: produto siderúrgico, resultado de processo de laminação, cujas seções transversais tem formato poligonal e seu comprimento é extremamente superior a maior dimensão da seção. São ofertados em aços carbono e especiais. Engloba barra, haste e produto estrutural.”

Read more

Minério de ferro supera US$90 por tonelada

Na manhã do dia 18/05/2020, o Valor Econômico publicou. Graças a alta na demanda chinesa por ferro e aço, o minério de ferro supera US$90 por tonelada, o equivalente à R$517,5. A China é o maior produtor de aço no mundo e como mencionado no post anterior, a demanda na construção vem aumentando muito no país.

O governo chinês divulgou dados na última sexta-feira que mostram uma retomada na produção industrial no país em Abril. A produção diária de aço bruto subiu 13% nos primeiros 10 dias de Maio.

A expectativa com o aumento da produção do aço, seria de aumento na oferta em seguida de queda dos preços, mas não foi isso que ocorreu. A realidade foi que os estoques antes lotados, agora estão em queda abrupta. Na última semana o estoque total de aço na China caiu 34%, chegando a 17 milhões de toneladas.

Infelizmente o Brasil não aproveita dessa alta do minério de ferro que supera US$90, em suas exportações, mesmo sendo um importante produtor de minério de ferro, devido a queda da produção da Vale na região da floresta amazônica.

Nada foi encontrado que justifique essa queda entretanto alguns especialistas defendem que o aumento de casos na região de infectados pelo COVID-19 seja o responsável.

O aumento do preço do minério de ferro foi de 2,6% com relação a última semana.

Read more

China retoma produção de aço a todo vapor.

Na edição de 06/05/2020, o Valor Econômico noticiou que China retoma produção de aço a todo vapor, enquanto o Brasil opera com 40% de capacidade. Na China seus estoques já acumulavam o valor de 55 milhões de toneladas no final de Março, o mais alto já registrado. Porém os estoques vem reduzindo nas últimas semanas, graças a queda na produção de 7% e com o aumento da demanda na retomada da economia. Os efeitos da pandemia trazem queda em todos os setores do aço, entretanto segundo a associação chinesa do aço, a atividade de construção terá um aumento na participação da demanda de aço de 55% em 2019 para 58% nesse ano.

Read more

Vendas de aço voltam aos números de 1995!

Segundo o jornal Valor Econômico, 24/04/2020, as vendas do aço caíram para o mesmo patamar de 25 anos atrás. Essa queda se dá pelo efeito da atual crise pandêmica do COVID-19, o qual obrigou boa parte do mundo, para atividades não essenciais, a paralisação parcial ou total de produção. Segundo o presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes, as usinas de aço no país estão operando com 41% da capacidade instalada. Segundo o mesmo as vendas internas de aço será de 50% perante as vendas de Março.

Read more

ArcelorMittal paralisa produção de aços planos e longos devido ao coronavírus

Segundo o Valor Econômico, no dia 27/03/2020, a ArcelorMittal anunciou que optou pela parada na produção de aços planos, devido a atual crise do coronavírus. Quanto aos aços longos a medida será de redução temporário em algumas unidades industriais. Informam também que o atendimento ao cliente permanecerá, através do estoque e abastecimento dentro das necessidades e demanda.

Read more

Estabilidade deverá ser mantida no consumo de aço em 2020

Segundo Valor Econômico, 24/03/2020. O presidente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), Carlos Loureiro, comenta que não haverá crescimento no consumo de aço no Brasil para 2020. Isso se dá ao fato que o primeiro semestre já foi afetado pela pandemia em que vivemos atualmente (COVID-19). Com a paralisação de muitos consumidores de aço, como as montadoras, as vendas caíram.
Aumento dos preços dado pelas siderúrgicas já foram implementados em Março, e para o mês de Abril estava previsto mais um reajuste, porém devido ao atual cenário qualquer reajuste previsto para Abril é uma incógnita, cita Loureiro.

Read more

Demanda por aço na China pode cair no curto prazo

A China, que lidera a produção global de aço, sente os efeitos do vírus que se espalha rapidamente e que afeta a mão de obra, logística e demanda em todo o país. “O impacto humano tem implicações logísticas significativas para transações e movimentos físicos em toda a cadeia de valor do aço na China”, disse Andrew Glass, fundador da Avatar Commodities e ex-diretor de trading financeiro de minério de ferro na Anglo American. Na quarta-feira, a Toyota Motor disse que irá suspender as operações na China até 9 de fevereiro, mais uma na crescente lista de empresas globais que reduziram atividades na China devido ao novo coronavírus.

Read more